Breve história

Moro em Floripa há 29 anos e conheço algumas pessoas que moram em Nova Trento, que fica ao norte do estado de Santa Catarina. Alguns falam o dialeto italiano bem diferente pra nós, e eu nunca imaginei que um dia iria morar em Trento,  cuja história        um dia se misturou com a do Brasil.

Trento  é uma comuna italiana da região do Trentino-Alto Ádige, província de Trento, com uma população que beira os 117 mil habitantes. Ela ficou famosa pelo Concílio de Trento (1545-1563) que, entre outras coisas procurou padronizar a missa e acabar com as variações locais que existiam anteriormente. Após a Primeira Guerra Mundial (1918), a região trentina foi ocupada pela Itália e hoje constitui-se na Província autônoma de Trento, que junto da Província autônoma de Bolzano formam a região autônoma de Trentino-Alto Ádige. (pelo jeito lá todo mundo quer ser autônomo rsrs).

A história do município de Nova Trento inicia muito tempo antes da chegada dos primeiros imigrantes trentino-italianos em 1875. No período de 1834 e 1838, esta região do Vale do Rio Tijucas havia sido ocupada por norte-americanos, com a intenção de explorar a madeira abundante do local. Uma serraria foi montada próximo ao atual centro da cidade, aproveitando-se  a correnteza do Ribeirão Alferes, Braço do Rio Tijucas Grande. Christóvão Bonsfield, negociante estabelecido em Nossa Senhora do Desterro, foi o grande propulsor do negócio. Porém, anos depois, foi abandonado, devido às dificuldades encontradas. Suas propriedades passaram depois a Pedro Kohn, que na formação da colônia Nova Trento foram vendidas ao Governo Provincial.                             Ai a partir de 1875 começaram a chegar os primeiros imigrantes trentino-italianos no Brasil que procuravam uma terra “onde se plantando tudo dá”, rios e riachos em abundância, moradia e trabalho remunerado. Eles deixavam para trás uma Europa que passava por um período de crise, fome, miséria e desesperança. Já no Brasil o momento era de vontade de povoar as terras localizadas ao sul do país. Assim, aliciados pelas companhias de imigração, os italianos aportaram no Brasil cheios de esperança.            Em 18 de março de 1881, o Decreto nº 8455 emancipou as colônias da região, inclusive aquela a que Nova Trento pertencia. Em dois de janeiro de 1884 foi criado o Distrito Policial de Nova Trento, tendo como primeiro subdelegado de polícia, Hipólito Boiteux. Em quatro de abril de 1884, o Dr. Francisco Luiz da Gama Rosa, presidente da Província de Santa Catarina, sancionou a Lei nº 1074, criando a freguesia  e o Distrito de Paz de Nova Trento.                                                                                                                                  Em oito de agosto de 1892, através da Lei Provincial promulgada pelo presidente da província, Tenente Joaquim Machado, Nova Trento tornou-se município. Em 21 de dezembro de 1892, foi criado o Conselho Municipal para dirigir o município até as suas primeiras eleições, que ocorreram somente em 1894 com o voto indireto, elegendo Henrique Boiteux, primeiro prefeito.

Hoje em dia Nova Trento é famosa pelo Santuário de Santa Paulina, que também era uma imigrante italiana.

Anúncios

Uma resposta em “Breve história

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s